Executiva do Brasil diz que foca inovação para atender necessidade de consumidor que vive crise

Para Juliana Azevedo, presidente da Procter & Gamble no Brasil, é preciso concentrar esforços em inovação para suprir as necessidades do consumidor que "viveu e está vivendo em uma crise".

Ela afirma que os dados são claros: "economia que ainda não cresce" e "desemprego real". 

Entrevistada na semana passada pela coluna, durante um evento da Amcham em que o governador João Doria incentivou os empresários e executivos presentes a abraçarem uma campanha em defesa da reforma da Previdência, a executiva evitou fazer comentários políticos.

"A parte política a gente deixa para os políticos", disse.

 



Não há noticias a serem exibidas.
Tel: 11 5044-4774/11 5531-2118 | suporte@suporteconsult.com.br